Como começar

From TradWiki 2.0
Jump to navigation Jump to search

Antes de mais nada, é importante conhecer o mercado em que se pretende atuar. Por isso é muito útil ler sobre o assunto, participar de listas e grupos de discussão, se possível assistir a palestras e congressos.

As maneiras mais comuns para iniciar na profissão:

  • Envio de currículos a agências de tradução - As agências oferecem oportunidades para tradutores externos e internos. Pode-se pesquisar diretamente no site das empresas se existem vagas abertas ou em comunidades online onde as empresas sempre publicam ofertas de trabalho.
  • Contato telefônico e envio de e-mails com currículos para editoras - Muitas editoras mantêm bancos de cadastros de tradutores e registram os novos interessados. Eventualmente entram em contato pedindo um teste.
  • Ajuda a outros tradutores - Muitos tradutores pedem ajuda online, seja para a tradução de um termo específico ou para um projeto mais longo.
  • Resposta a anúncios em comunidades online - Todos os dias, vários clientes oferecem trabalhos nessas comunidades. Entretanto, antes de enviar sua proposta de serviço, verifique se é possível realizar o trabalho (assunto, prazo, valor condizente, etc).
  • Clientes diretos - Nesse caso, será necessário antes registrar sua empresa de tradução (para fins de emissão de nota fiscal), mas é uma maneira de conseguir clientes sem precisar passar pelas agências. Muitos clientes também contratam tradutores para determinados serviços que preferem que sejam realizados dentro da própria empresa. O contrato é temporário e as condições normalmente exigem que se tenha uma empresa aberta para emissão de nota fiscal.
  • Voluntariado - Pode ser uma oportunidade de visibilidade para o tradutor novato. Entretanto, deve-se tomar cuidado com dois aspectos importantes: a falta de um revisor que possa validar o texto traduzido e a exploração por parte da entidade.


Também é recomendável familiarizar-se com o mercado e com as ferramentas de auxílio ao tradutor.